Primeira Seção vai definir necessidade de comprovação do ITCMD para homologação de partilha

Primeira Seção vai definir necessidade de comprovação do ITCMD para homologação de partilha

A Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu afetar os Recursos Especiais 1.896.526 e 1.895.486 - ambos de relatoria da ministra Regina Helena Costa - para julgamento sob o rito dos repetitivos.

A questão submetida a julgamento, que está cadastrada como Tema 1.074 na base de dados do STJ, discute a "necessidade de se comprovar, no arrolamento sumário, o pagamento do Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD) como condição para a homologação da partilha ou expedição da carta de adjudicação, à luz dos artigos 192 do CTN e 659, parágrafo 2º, do CPC/2015".

Até o julgamento dos recursos e a definição da tese, o colegiado determinou a suspensão, em todo o território nacional, dos processos individuais ou coletivos que versem sobre a questão delimitada.

Comprovação desnecessária

No acórdão de afetação dos processos, a ministra Regina Helena Costa destacou que a Primeira e a Segunda Turmas do STJ têm o entendimento pacífico de que, no procedimento de arrolamento sumário, é desnecessária a comprovação da quitação do ITCMD como requisito para homologar a partilha ou expedir a carta de adjudicação. No entanto, um levantamento na base de jurisprudência do tribunal revela a existência de 11 acórdãos sobre a matéria e mais de uma centena de decisões monocráticas a respeito.

"Embora uniforme o entendimento no âmbito das turmas de direito público, tal circunstância tem-se mostrado insuficiente para impedir a distribuição de inúmeros recursos a esta corte veiculando o tema", observou a relatora.

Recursos repetitivos

O Código de Processo Civil regula, no artigo 1.036 e seguintes, o julgamento por amostragem, mediante seleção de recursos especiais que tenham controvérsias idênticas. Ao afetar um processo - ou seja, encaminhá-lo para julgamento sob o rito dos recursos repetitivos -, os ministros facilitam a solução de demandas que se repetem nos tribunais brasileiros.

No site do STJ, é possível acessar todos os temas afetados, bem como saber a abrangência das decisões de sobrestamento e as teses jurídicas firmadas nos julgamentos, entre outras informações.

Esta notícia refere-se ao(s) processo(s):

REsp 1896526

REsp 1895486

Fonte: Superior Tribunal de Justiça

FONTE: https://www.lex.com.br/noticia_28104894_PRIMEIRA_SECAO_VAI_DEFINIR_NECESSIDADE_DE_COMPROVACAO_DO_ITC...

Outras notícias

NOTÍCIAS 16 à 26 de janeiro
segunda-feira 25 janeiro / 2021 Recivil - Ato Normativo nº 002/2021 dispõe sobre o recolhimento em atraso dos valores devidos à Comissão Gestora e revoga o Ato Normativo 005/2020 Ofício do 5º Registro de Imóveis de Belo Horizonte: suspensão de expediente ITI - Comitê Gestor da ICP-Brasil aprova emissão primária de certificado digital por videoconferência
sexta-feira 22 janeiro / 2021 4ª Câmara Cível não reconhece união estável post mortem Arbitragem tem prioridade para analisar contrato com cláusula compromissória, reafirma Segunda Turma Câmara dos Deputados - Projeto prevê fundo garantidor em favor de fiador de imóvel
quarta-feira 20 janeiro / 2021 Falecimento do devedor antes da citação na execução fiscal impede a regularização do polo passivo da demanda Admitida cobrança de ISSQN sobre serviços no estrangeiro TJMG - EJEF comunica que fica retificado o Edital que rege o certame do Concurso Extrajudicial nº 01/2017
terça-feira 19 janeiro / 2021 STJ - Contrato de aluguel é válido mesmo que apenas um dos coproprietários tenha locado o imóvel Câmara dos Deputados - Proposta obriga realização de sessão extrajudicial para resolução de conflitos menos complexos Comprador de imóvel tem direito a ressarcimento por quebra de contrato TRF3 Considera impenhorável aplicação de até 40 salários mínimos em fundo de investimento
segunda-feira 18 janeiro / 2021 TJMG - EJEF publica o resultado dos recursos contra a pontuação dos títulos do Concurso Extrajudicial n. 1/2017 TJ/MG divulga Formulários de Correição Ordinária com vigência em 2021 para os serviços extrajudiciais

 

Rua Guajajaras, 197 - Centro - CEP 30180-103 - Tel. (31) 3224-1788 - Fax (31) 3226-4387 - (31) 97122-1486 © 2021 - Registro de Títulos e Documentos. Cartório do 2º Ofício