Herdeiros que utilizam imóvel devem pagar aluguel à irmã, decide Justiça

Herdeiros que utilizam imóvel devem pagar aluguel à irmã, decide Justiça

Local ainda não foi partilhado em inventário.

A 3ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo manteve decisão que determinou que herdeiros residentes em imóvel ainda não partilhado paguem aluguel à irmã. Em ação similar movida por outra irmã, os apelantes já haviam sido vencidos e aceitaram os termos deliberados.

Os dois apelantes, únicos residentes do local, alegam que foram morar no imóvel a pedido dos genitores. Após o falecimento dos pais seguiram usufruindo o bem.

Para o desembargador Beretta da Silveira, a falta de finalização do processo de inventário não inibe à autora o direito de receber compensação financeira. "É verdade que o status da herança ainda está a gravitar no campo da comunhão. Todavia, tal circunstância é acidental e seus reflexos (de ordem dominial e tributária) não interferem na confessa ocupação exclusiva levada a termo pelos réus. Dentro desse olhar, seria estranho privilegiar apenas alguns herdeiros em desfavor dos demais apenas porque o inventário ainda está em andamento, o que se por certo está em rota de colisão com os Princípios Gerais de Direito. Se há fruição única da coisa por parte de alguns herdeiros, é imperioso haver contrapartida aos demais", escreveu o relator.

Participaram do julgamento os desembargadores Viviani Nicolau e Carlos Alberto de Salles. A votação foi unânime.

Apelação nº 1003219-06.2019.8.26.0368

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo

FONTE: https://www.lex.com.br/noticia_28104294_HERDEIROS_QUE_UTILIZAM_IMOVEL_DEVEM_PAGAR_ALUGUEL_A_IRMA_DEC...

Outras notícias

NOTÍCIAS 16 à 26 de janeiro
segunda-feira 25 janeiro / 2021 Recivil - Ato Normativo nº 002/2021 dispõe sobre o recolhimento em atraso dos valores devidos à Comissão Gestora e revoga o Ato Normativo 005/2020 Ofício do 5º Registro de Imóveis de Belo Horizonte: suspensão de expediente ITI - Comitê Gestor da ICP-Brasil aprova emissão primária de certificado digital por videoconferência
sexta-feira 22 janeiro / 2021 4ª Câmara Cível não reconhece união estável post mortem Arbitragem tem prioridade para analisar contrato com cláusula compromissória, reafirma Segunda Turma Câmara dos Deputados - Projeto prevê fundo garantidor em favor de fiador de imóvel
quarta-feira 20 janeiro / 2021 Falecimento do devedor antes da citação na execução fiscal impede a regularização do polo passivo da demanda Admitida cobrança de ISSQN sobre serviços no estrangeiro TJMG - EJEF comunica que fica retificado o Edital que rege o certame do Concurso Extrajudicial nº 01/2017
terça-feira 19 janeiro / 2021 STJ - Contrato de aluguel é válido mesmo que apenas um dos coproprietários tenha locado o imóvel Câmara dos Deputados - Proposta obriga realização de sessão extrajudicial para resolução de conflitos menos complexos Comprador de imóvel tem direito a ressarcimento por quebra de contrato TRF3 Considera impenhorável aplicação de até 40 salários mínimos em fundo de investimento
segunda-feira 18 janeiro / 2021 TJMG - EJEF publica o resultado dos recursos contra a pontuação dos títulos do Concurso Extrajudicial n. 1/2017 TJ/MG divulga Formulários de Correição Ordinária com vigência em 2021 para os serviços extrajudiciais

 

Rua Guajajaras, 197 - Centro - CEP 30180-103 - Tel. (31) 3224-1788 - Fax (31) 3226-4387 - (31) 97122-1486 © 2021 - Registro de Títulos e Documentos. Cartório do 2º Ofício